Supercell, o estúdio irlandês que criou Brawl Stars, se mostrou realmente empenhado em dizer um gigantesco sim a resposta do título deste post. Mas a realidade foi um pouco cruel com o lançamento de Brawl Stars, que felizmente já se encontra estável.

No mercado desde 2017 (em alguns lugares do mundo), Brawl Stars finalmente chegou para nós a mais de um ano. Com um lançamento meio tumultuado e cheio de ajustes a serem feitos, que foram realizados, até rapidamente, Brawl Stars agora é um game MOBA com mistura de Battle Royale, que,certamente, está no nível para competir diretamente como sucessor de Clash Royale e Clash of Clans, por exemplo.

Brawl Stars

O melhor desse jogo, além dele ser completamente insano, é que ele foi realmente desenvolvido para a plataforma mobile! Todos nós amamos Free Fire, mas temos que assumir que ele não foi um game bem pensado para a plataforma. O maior exemplo disso é os bugs em hardwares inferiores. Esse é um problema que realmente é quase insignificante em Brawl Stars.

Falando agora de como o jogo funciona, ele possui cinco modos que variam entre 3×3, solo/duo. Onde você será um soldado que deve cooperar com seu time a fim de vencer o inimigo, tudo isso com a sua arma na mão! Além de contar com eventos especiais em PvP e PvE.

Como uma promessa de sucessor de Chash Royale, o game também tem vários personagens a serem desbloqueados. Assim, a diferença ocorre na forma de desbloqueá-los. Você tem duas opções, primeiro você pode comprá-los com dinheiro real, ou você pode, simplesmente, esperar para ganhá-los como recompensa direta das partidas. E com certeza absoluta, todos os personagens possuem habilidade únicas e especiais.

A jogabilidade de Brawl Stars é surpreendente

Quando falamos que a Supercell teve problemas no lançamento mundial do jogo, também estávamos nos referindo a jogabilidade. Mas graças ao bom empenho da desenvolvedora tudo foi corrigido e agora temos um game incrível no quesito jogabilidade. A mira é bem focada, os movimentos são precisos, sem falar que os comandos do jogo são totalmente sensíveis ao toque.

A estética do jogo também deve ser ressaltada. Pois o visual meio de desenho animado é bastante divertido, e torna o jogo mais atraente para quem joga. Isso e suas partidas curtas, que duram cerca de 3 min. Esse é mais um ponto que nos mostra que apesar de ter tido problemas iniciais, Brawl Stars, realmente foi feito para dispositivos mobile. Seus desenvolvedores pensaram em um tempo confortável para as partidas (isso partindo do ponto que o usuário jogue através de um dispositivo móvel realmente, não por um emulador no PC).

Infelizmente, tirando as roupas e habilidades, os personagens não tem muita personalidade, por assim dizer. Não é nada que prejudique o jogo, acredito até que isso foi pensado para manter a jogabilidade sempre ok independente de com quem se esteja. Mas é realmente um ponto fraco, pois quando temos uma variedade de personagens, queremos pelo menos um pouco de diferença entre eles, além de um “poderzinho” e uma “roupinha maneira”.

Mas Brawl Stars é um jogo bastante divertido, que vem carregado de conteúdo, personagens e modos diferentes. Vale a pena passar algumas horas explorando as possibilidades de batalha que Brawl Stars oferece. Porém a grande questão é até quando a sua desenvolvedora vai conseguir mantê-lo tão atraente? Principalmente por Brawl Stars abranger dois segmentos de games bastante concorridos atualmente.

O que você acha sobre Brawl Stars? Não deixe de comentar sua opinião! Aproveite também para seguir nossas redes sociais.

Deixe um Comentário

Author

Apaixonado por games desde o Super Nintendo, atualmente um jogador assíduo de LOL e Battle Royale em geral. Além de estudante de TI nas horas vagas.